domingo, 1 de maio de 2022

Curiosidades sobre o dinheiro brasileiro

 




Rodando todos os dias na carteira, no bolso e de mão em mão, as cédulas de dinheiro carregam muita história para contar, além de diversas peculiaridades mundo a fora!

            Tudo começou na Idade Média, quando as pessoas passaram a usar o recibo de compra por moeda como forma de pagamento. Já em 1810, quando surgiram os bancos, começaram a ser emitidas as primeiras moedas de papel, que eram chamadas de “Bilhetes de Banco”.

            Confira aqui algumas curiosidades sobre esse item valoroso que chamamos de dinheiro!

       Real

            Aqui no Brasil, a Casa da Moeda foi criada em 1694, quando ainda era colônia. Desde então, o dinheiro daqui já recebeu diversos nomes, como Réis e Cruzeiro! A primeira cédula registrada no País foi a de mil réis, em 1833. Outra curiosidade interessante sobre o dinheiro é que antes da criação do Banco do Brasil, o Tesouro Nacional era o Órgão responsável pela emissão e, nessa época, cada cédula era assinada por um funcionário do local.

E olhe só: antes das notas que você usa hoje em dia, o País tinha o papel de valor como um meio para homenagear figuras históricas, como o Juscelino Kubitschek! Durante todo esse tempo, até os dias atuais, apenas duas mulheres foram homenageadas em cédulas brasileiras: a Princesa Isabel e a Cecília Meireles!

Fonte: Aventuras na História, UOL | Crédito: Divulgação

No blog do Travelex Bank, você vai entender a função do Banco Central, que determina a quantidade de papel moeda a ser emitida pela Casa da Moeda do Brasil.

       Dólar Americano

            Acredite ou não, o papel moeda do dólar não é feito com nada de papel! Sua composição conta com 75% de algodão e 25% de linho, formando a base em que são impressas diferentes imagens e símbolos, conforme o valor designado.

            Outra curiosidade sobre o dinheiro norte-americano é que, ao longo do tempo, já circularam notas de elevado valor, como US$ 10.000, mas elas foram proibidas pelo presidente Richard Nixon, já que estavam muito sujeitas à falsificação. Hoje, a nota de US$ 100 é a de maior valor em circulação.

            Ah! E tem um detalhe na história do dinheiro americano que mostra o quanto o valor das mulheres ainda não é claro para eles, assim como aqui no Brasil: apenas as cédulas de 1 dólar Certificado de Prata de 1886, 1891 e 1896 têm uma mulher estampada. Martha Washington fez história com a sua exclusividade!



leia também:














0 comments:

Postar um comentário