segunda-feira, 2 de março de 2020

Como resolver uma situação através de um exemplo


Texto de Max Gehringer via LinkedIn



Imagine que a empresa decida que todos os funcionários devam começar a usar crachá. Você é o profissional responsável pela implementação do programa.

Como você faria para o programa ter aderência e o mínimo de resistência?

Eu trabalhei em uma empresa que tentou implantar o uso de crachá. Mas os funcionários eram contra.

A direção tentou de tudo, até que chegou àquela solução jurássica: quem não usasse crachá, não entrava para trabalhar.

Resultado: todo mundo passou a odiar os crachás e a perdê-los de propósito.

Tempos depois, fiquei sabendo como uma grande empresa fez os funcionários usarem crachá sem gastar um centavo com campanhas de engajamento.

Foi assim: um dia, os diretores apareceram usando crachá. E todo mundo começou a se perguntar por que só os diretores tinham crachá.

Após duas semanas, os gerentes também receberam crachá e passaram a usá-lo com orgulho, porque estavam no mesmo nível dos diretores.

Não demorou para que os demais funcionários quisessem usar crachá. Daí, a empresa mandou fazer crachás para todos ficarem felizes.

A lição é simples: o que faz qualquer mudança funcionar não é a comunicação eficiente.

A comunicação ajuda, mas o que resolve mesmo é o exemplo que vem de cima.

----------

Agora, a questão que eu quero que você reflita é a seguinte:

Imagina como seria o nosso Brasil se o BOM exemplo viesse "lá de cima"? Estou me referindo ao poder público mesmo, aos líderes religiosos, aos magistrados!

Deixe sua opinião nos comentários.

Alex Rudson
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário