segunda-feira, 18 de novembro de 2019

A história de Mateusinho 157


Mateusinho nasceu em família humilde, seu pai trabalhava de sol à sol para sustentar sua esposa e filhos capinando quintais. O Pai do mateusinho só queria que ele estudasse para se tornar um doutor, mas mauteusinho era preguiçoso demais, só queria saber de brincar e fazer maldade com outras crianças.

Sua mãe sempre o protegia, dizia que era só uma fase e logo seu querido filho tomaria jeito. Nunca deixava que o pai de mateusinho corrigisse o filho e dizia sempre pro pai ter paciência com o filho. 

Mateusinho se tornou adolescente, começou a gostar de uma menina e precisava de dinheiro para conquistá-la. Como não prosseguiu com seus estudos, ele não tinha um cv que pudesse ajudá-lo a encontrar um bom emprego. 

Mateusinho não gostava de fazer força, trabalho pesado nem pensar! Tentou ajudar o pai uma vez na capina mas logo se cansou, disse que aquela vida não era pra ele.

Resolveu seguir sua vida louca, um caminho aparentemente mais "fácil". Ele fez logo uma tatuagem de palhaço e se dizia "matador de pulicia".  Começou a vender drogas e praticar pequenos assaltos, até que uma semana depois que mergulhou no mundo do crime, resolveu atacar um homem que estava parado no estacionamento falando ao celular. Não deu em outra, o homem era um policial e percebeu logo que mateusinho tinha pinta de  bandido. Levou 3 tiros e morreu na hora. 

FIM



0 comentários:

Postar um comentário